Hábitos de consumo de quem mora sozinho

Dia 15 de Agosto é comemorado o dia dos solteiros. Para entender um pouco mais sobre esse consumidor que aumenta a cada ano, levantamos dados específicos de consumo deste público que pode ser um nicho explorado pela sua empresa.

O número de pessoas que decidiram morar sozinhas aumentam a cada ano. De acordo com dados divulgados pelo IBGE, mais de 10 milhões de brasileiros encontram-se nessa condição, representando 14,6% dos domicílios no país.

Um levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito revelou que morar sozinho traz impactos significativos na maneira como o consumidor se relaciona com o próprio dinheiro. Além disso, a maioria é solteiro (42%), seguido de quem é divorciado (29%) e viúvo (25%).

Apesar dos supermercados concentrarem os maiores gastos, 19% dos entrevistados acabam realizando as refeições em restaurantes, em especiais os homens e pessoas mais jovens. Cozinhar é um hábito mais frequente entre as mulheres, contabilizando 75%.

Uma das principais dificuldades de quem mora sozinho ainda é comprar a quantidade adequada de alimentos e evitar que eles estraguem na geladeira. 90% evitam o máximo o desperdício.

Já no momento de fazer compras, a preferência é pelo preço, qualidade do produto e promoções. No momento de pagamento a maioria das compras são à vista e apenas 16% opta pelo cartão de crédito. 27% possuem o hábito de comprar pela internet, com preferência para roupas, calçados e acessórios, seguido de produtos eletrônicos e eletrodomésticos.

Entre os serviços mais consumidos estão telefone celular, internet e TV assinatura.

Quando questionado quais são os principais sonhos, os entrevistados listaram a casa própria, comprar um carro e fazer uma viagem. Embora os planos estejam em mente, somente 35% possuem uma preparo financeiro para alcançar esses objetivos.

50,4% são identificados como homens e 49,6% como mulheres. 33,1% são aposentados, 26,7% de trabalhos informais e 20,8% possuem carteira assinada.

Fonte: SPC Brasil